domingo, 4 de dezembro de 2011

Retrô dos quatro anos

Quando olho para a imagem acima, o primeiro layout desse blog, fico impressionada ao ver que nessa primeira semana de dezembro completamos, eu e ele, quatro anos de vida. Foi na primeira semana de dezembro de 2007 que depois de uns 6 meses (sim!) preparando tudo, o blog foi ao ar em meu trinfal retorno à blogosfera, de onde estive ausente desde, sei lá, 2005. Nesse meio tempo mantive um fotolog, que era o supra-sumo da época, e resolvi fazer a filha pródiga porque aos poucos percebi que gostava muito mais de escrever os posts no fotolog (que ninguém lia) do que de postar as fotos. Cansei da minha cara e passei a gostar mais das minhas palavras.

Por meses abusei do meu lado nerd para aprender a mexer com HTML, já que meu projeto de layout era bem ambicioso. Essa barra de funções era toda mapeada e me tomou muitas semanas para que funcionasse perfeitamente. Só quem já se aventurou - sozinha! - nos obscuros terrenos do HTML sabe como mapeamento e iframes são coisas chatas de se mexer. Não lembro do assunto do primeiro post, mas sei que o segundo falava (mal) de High School Musical 2.

No início eu era tão florzinha e queria tanto agradar que fiz um layout natalino, sendo que nunca gostei de Natal. E ainda por cima tocava música (na época era legal, tá?), Merry Xmas Everybody, do Rooney.


A segunda versão tinha o verão como tema e era ilustrada por uma colagem com vários japoneses felizes com roupas de hula-hula, que eu achava bem divertida, mas que infelizmente não consegui encontrar para mostrar pra vocês. Essa versão com tema Piratas do Caribe veio depois, uma  outra investida incrivelmente falsa da minha parte, porque eu não gosto nem nunca gostei (ok, eu curti muito o primeiro filme na época do lançamento, quando eu tinha uns 9 anos) dos filmes, só achava o Jack Sparrow (e o Johnny Depp) sensacional. No footer, que deu tanto trabalhado para ser configurado que quase me fez chorar, havia um outro Jack Sparrow e estava escrito "Oh bugger, why is the rum always gone?" e praticamente todo o projeto foi feito para que eu colocasse essa frase em algum lugar. Nessa época, era bem ativa em fóruns e comunidades internéticas, como o By Marina, Urbantopia e Evelyns Place. Alguém aí lembra de algum desses lugares?


O Jack Sparrow havia me dado tanto trabalho que seu sucessor foi algo bem simples, inaugurando minha fase minimalista. Gossip Girl estava em sua primeira temporada e eu já estava me apaixonando perdidamente pelo casal acima, Chuck e Blair. A ideia é muito básica, mas gosto tanto dessa imagem que o dia em que eu chutar o balde de vez com a aparência deste recinto, vou colocá-la de novo. Nessa época ainda usava o blog basicamente como um diário e contava tudo que acontecia comigo, por mais triviais que meus dias fossem. E, por incrível que pareça, foi o período que eu mais recebia visitas e comentários, foi com esse layout que tive meu recorde de comentários em um só post: 72. Foi ele que recebeu o primeiro conto que escrevi, um rascunho de Do Sétimo Andar, e foi nesse cenário que escrevi sobre uma das situações  mais bizarras que já vivi - o clássico episódio do ataque das abelhas africanas - uns dois dias depois de ter acontecido. 



2008 foi um ano bem importante para o blog: resolvi, finalmente, abandonar o Uol Blog e me mudar para o Blogger. Quer dizer, não foi bem uma resolução; um dia eu entrei no Uol Blog e simplesmente todo o meu blog - e meus arquivos - havia sumido. Sem estrutura psicológica para lidar com aquilo, resolvi me mudar. O projeto inicial era essa primeira colagem, da Amy Winehouse, o problema foi que passei tanto tempo tentando bolar uma solução para configurá-la que antes mesmo de colocar o tema no ar me cansei e enjoei-me das cores. Novamente irritada com projetos ambiciosos, optei por algo mais clean e simples e o resultado foi esse segundo, que gosto bastante e até hoje me considero uma gênia por ter encontrado essa foto da saudosa Amy e conseguido recortá-la tão perfeitamente. O primeiro post, lembro bem, foi sobre minha viagem de formatura (que é uma das piores coisas que já escrevi na minha vida) e nessa nova casa, de lá até aqui, chegamos aos 328 textos publicados. 329 com esse que escrevo agora.

Desses todos, gosto da maioria e sinto um verdadeiro orgulho de mim por ter escrito alguns nesse bolo todo. Me arrependo de alguns, assim como me envergonho de outros e fico me perguntando o que eu tinha na cabeça naquela dia e sinto pena daqueles que leram e ainda comentaram. Pouquíssimos foram retirados do ar, todos por dizerem demais sobre algo que já não valia a pena ser mencionado e nem lido por terceiros. Da antiga casa no Uol Blog resta só a página de redirecionamento que fiz há três anos atrás,  que continua firme e forte, com direito a trocadilho esperto com música dos Strokes e tudo. 


Dentre todas essas fases que já mostrei, se pudesse escolher uma como preferida, seria essa daí acima. Muito simples, mas devo dizer, sem modéstia, que é algo bem elegante. Também pudera: Audrey Hepburn virou estrela aqui pela primeira vez, e fui logo usando uma foto que é uma das que eu mais gosto, dentre todas as muitas maravilhosas dela. Passei quase um ano com esse layout, e me despedi dele com muito pesar, só mesmo porque esse fundo bege havia começado a me dar nos nervos. Acho que o enorme carinho que tenho por essa versão é porque foi nela que comecei a me descobrir como blogueira, escritora, aspirante a jornalista, cronista, faladeira, o que quer que eu seja. Foi ali que vi que o que eu gostava não era de ~blogar~, ou de contar o que acontecia comigo, ou de resenhar o filme que eu havia visto, mas sim de, pura e simplesmente, escrever. Sobre minha vida, sobre os filmes, sobre a internet e sobre a morte da bezerra, mas com caracteres, acentos, vírgulas e parágrafos enormes.

O visual seguinte foi uma das coisas mais charmosas que já esteve por aqui, e que eu, boa topeira loira que sou, fiz o favor de sumir com o arquivo. Não é tão antigo, e para os leitores um pouquinho mais de casa deve ser fácil lembrar daquela época em que tínhamos Audrey novamente como estrela, dessa vez numa foto de Roman Holiday em que ela, como princesa Ann, aparece tomando uma casquinha, com um fundo adorável de passarinhos da Miu Miu. Eu adorava, mas os tons pastéis que havia selecionado me enjoaram muito rapidamente, e em poucos meses já precisava mudar novamente.

Foi aí que chegamos onde estamos. O primeiro layout com a Audrey era sim lindíssimo, mas esse eu juro que acho genial. Resolvi tirar a Audrey dos passarinhos no mesmo dia que meu querido amigo Filipe me enviou a tirinha do topo e disse que havia visto aquilo no Tumblr e achado a minha cara. Analisando mais filosoficamente, dá pra dizer que com todos esses anos eu evoluí bastante na forma como me mostro pra vocês. Não, não sou mais desesperada para agradar (o que não significa que eu não ame e viva para ler vocês dizendo que se divertiram e/ou se indentificaram com algo que escrevi), e escrevo abertamente sobre minhas loucuras e chatices, e qualquer coisa que me dê na telha, ainda que eu que poste um texto enorme e que pra mim é super importante e ninguém dê muita bola.

Quatro anos aqui significam muito mais que incontáveis linhas e parágrafos de conversa jogada fora. Se hoje eu quero ser jornalista, foi porque um dia eu comecei a escrever aqui e percebi que queria fazer algo assim pro resto da vida. Se quase toda semana chegam aqui em casa cartas e cadernos de todos os cantos do Brasil, é porque um dia eu escrevi aqui algo que alguém leu e gostou e que também escreveu algo que eu li e gostei, e essa admiração mútua atravessou a caixa de comentários, o anonimato e a impessoalidade da internet para se tornar algo concreto e verdadeiro, presente e só não tão físico porque ainda não estou com a vida ganha para sair pelo Brasil (e pelo mundo!) abraçando quem eu gostaria. 

Parabéns ao So Contagious e pra mim também, porque acho que mereço assim de leve. E obrigada a todos vocês que ainda não se encheram de mim, e a vocês aí do parágrafo de cima. Que venha o próximo!

24 comentários:

  1. Maravilhoso, Anna! Parabéns pelos 4 anos de blog, você arrasa demais, é um dos meus maiores exemplos, e, eu já falei 1000x, quando eu crescer eu quero ser que nem você. E olha que você nem cresceu ainda.
    Parabéns, lindinha.
    E tem caderninho aqui em casa, preciso por no correio!
    <3

    ResponderExcluir
  2. Eu nunca aprendi a usar HTML direito HAUAHUAHU! Sou uma vergonha como blogueira, fala aí!
    Mas, gente, cada um mais lindo que o outro... O da Audrey é a coisa mais meiga e linda, awn!
    Não tenho blog há tanto tempo (o meu completa 3 anos só em 2013) e nem sei muito bem o motivo que me levou a criá-lo, mas não me arrependo mesmo! Fico boba é com a quantidade de pessoas que passa a vida sem ter um blog, porque é realmente uma das melhores coisas que existem!

    Parabéns, Anninha! Você e o So Contagious são sensacionais! :) Longos anos de vida pra vocês, haha.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Parabéns pelo aniversário do blog, Anna! Conheci o So-contagious quando estava na 1a versão da Audrey, já mais ou menos desse jeitinho que é hoje (em se tratando dos textos)... E nem precisa falar que me encantei, visto que estou aqui até hoje. :) Mas fiquei muuito curiosa em saber o que tinha nos Goodies e no Extras do primeiro layout hahah. Eu era rata do By Marina, gostava demais e tenho até hoje muitos códigos importantes salvos aqui em txt. Gostei DEMAIS do layout de Gossip Girls. Nunca assisti nenhum episódio, mas gostei da imagem mesmo, do recorte, da simplicidade. E ficaria lindo com aquela flor amarela do layout da Amy. Bom fim de semana pra ti, um beijo.

    ResponderExcluir
  4. Parabéns ao So Contagious! Que inveja do seu empenho com os layouts... Eu pego os prontos mesmo e já me acho super prendada por fazer isso HAHA
    Adoro seus textos e seus blogs e fiquei muito feliz quando pude conversar contigo de verdade! Adooro você Anninha e sou muito feliz por tê-la na Máfia e tal!
    (E que a Ale se sinta amada pelo "(e pelo mundo!)" que você disse haha)

    ResponderExcluir
  5. Eu cheguei aqui na fase da Audrey com o passarinhos e não conhecia os outros layouts.
    Desses, gostei mais daquele simplista da Audrey! x)

    Toda a minha participação forística na interné começou, acabou e se limitou ao fórum do GQDN e, sem dúvida, GQDN é o melhor blog que eu já li e, de tantos que vi sumir, o que mais sinto saudades! <3

    "Se hoje eu quero ser jornalista, foi porque um dia eu comecei a escrever aqui e percebi que queria fazer algo assim pro resto da vida." acho que essa é a história de vida de 8 em cada 10 blogueiros!

    Enfim, parabéns pelo blog Anninha! Que venham os próximos anos de So Contagious, de Máfia e de alegrias e posts-amor!

    Beijo!

    ResponderExcluir
  6. Cheguei no seu blog na versão da Audrey e os passarinhos, e achava tão lindo que quando você mudou pra esse eu passei um bom tempo odiando esse layout. Tudo me incomodava, e parecia que você era uma chata (oi?), mas agora eu também gosto dele, haiuehaiuhuaei.


    Mas é tão lindo ver a evolução das coisas, também passava horas do meu dia mapeando as imagens em html pelo bloco de notas na tentativa e erro, o que graças a deus perdeu o sentido com essas ferramentas legaizinhas de blogger. To tipo, super curiosa pra saber do ataque das abelhas e da viagem de formatura!

    Parabenss pelo blog, Anninha! <3
    Que o tempo passe e daqui a mais quatro anos você ria de quão ridiculo todos nós éramos em 2011.

    ResponderExcluir
  7. Adorei o post! Parabéns pelos 4 anos! É muito difícil chegar lá com bom conteúdo, como o seu.

    Ainda dou risada quando lembro dessa modinha de colagens, iframes e afins. Eu sofri com tudo isso também... como a gente passava horas quebrando a cabeça com html, css e photoshop né? rsrsrs

    É divertido lembrar. E se aliviar, pois esse tempo já passou. Beijo!

    ResponderExcluir
  8. Quatro anos, hein? Que responsa. Manter um blog por tanto tempo assim é algo que exige tempo e vontade ;) Parabéns para o So Contagious e suas várias fases, haha.

    E viva nós, que mandamos cartas umas para as outras (ainda não cheguei nesse estágio, mas por falta de tempo). :D

    Beijo Anna!

    ResponderExcluir
  9. Parabéns pelos 4 anos!!!
    Conheci o seu blog um dia desses, mas já posso dizer que é um dos meus preferidos. :)
    Espero que este seja só mais um, dos vááááários anos do so-contagious :)

    ResponderExcluir
  10. Parabéns!!! Adorei todos os layouts, se eu fosse colocar os que eu já tive, seria uma vergonha hahahaha. Eu sei como é esse negócio de html e mapeamentos, sofri muito com isso rs, e adorava a é poca dos fóruns, ia nesse que você falou quase todos os dias, era uma época muito boa! Eu conheço o blog desde a época do layout da audrey. Gostei bastante daqui porque me identifiquei muito, e isso é o mais legal do blog, e eu sempre tento não ficar fora disso, conheci pessoas maravilhosas nessa blogosfera, e se pudesse também iria conhecer todo mundo <3 só quem tem blog sabe como é maravilhoso! Parabéns e muitos anos pela frente :)

    ResponderExcluir
  11. Parabéns Anna! *-* acompanho seu blog a cerca de um ano ou mais e virou mesmo rotina, se não leio, fico sentindo falta :) você escreve muito bem, claro. ;D E que venham muitos mais anos de blog! bjs.

    ResponderExcluir
  12. Eu amava o layout da Audrey Hepburn!!! Este post foi lindo! Eu te dou parabéns por esses 4 anos incríveis. Você é uma das minhas blogueiras preferidas e merece todo o sucesso do mundo!

    ResponderExcluir
  13. Eu amei o post todo, mas o (pen)último parágrafo foi INCRÍVEL. Mesmo.

    Não lembro como conheci teu blog, pra ser sincera. Mas sei que assim que li, salvei na barra de favoritos para não esquecer mais e jamais poderia imaginar que você é mais nova que eu (jurava que você e a Rafa já eram universitárias), enfim. Parabéns mesmo! Pelo blog, pela trajetória, por ter tanta história BOA pra contar (e boa memória, haha) e especialmente por ser tão incrível, como blogueira e pessoa :)

    ResponderExcluir
  14. De quatro é mais gostoso.

    Tá, esse foi um comentário só pra manter minha reputação. Na real, eu fico é imensamente feliz que o blog tenha 4 anos, e faço torcida pra que dure infinitamente, pois é, sem dúvidas, um dos meus favoritos. Tenho muito orgulho de vc, Anninha! Continue assim!

    ResponderExcluir
  15. Oi Anna,
    Conheci o So Contagious no layout bege e salmão da Audrey e sei que entrei muitas vezes aqui pra olhar a foto dela mesmo quando você não atualizava =)

    Parabéns pelos 4 anos e que venham 8, 12, 16 anos de você escrevendo com todo esse amor que você demonstra pela escrita!

    Um beijão.

    ResponderExcluir
  16. eu lembro da época de blogs com músicas, UHAUHAUAU. hoje em dia não suporto nem tumblr assim!
    já conheci o seu blog assim, mas o da Audrey é lindo *-* ou era né.

    beijos

    ResponderExcluir
  17. Parabéns pelos 4 anos contagiando todo mundo.

    Eu sempre achei o maior barato seus layouts e às vezes tenho vontade de ter algum talento pra coisa. Mas não... Na maioria das vezes peço pra algum amigo fazer um desenho bacaninha pro meu blog, coloco um fundo branco e fica assim por décadas.

    Enfim... Acho que ainda vou ler muita coisa escrita por você e algo me diz que não vai ser SÓ na internet. ;)

    Beijo

    ResponderExcluir
  18. Parabéns pelos quatro anos de blog! Eu conheci o blog na época do primeiro layout de Audrey e desde essa época eu não perco um post, o soo-contagious faz parte da minha rotina há um bom tempo (: espero que você continue escrevendo tão bem assim e me divertindo com seus textos sobre tudo, kkkkk. Desejo a você e ao blog tudo de melhor! beijo

    ResponderExcluir
  19. Boa tarde.
    Desculpe a intromissão, mas venho hoje divulgar meu projeto paralelo de resenhas literárias, sob o título de O Leitor.
    Se puder participar, agradecemos desde já.
    Obrigada pela atenção.
    Pamela

    ResponderExcluir
  20. Que lindo! Eu fico super feliz (sério) de ter encontrado o So Contagious, bem antes de pensar em voltar pra blogosfera. Acho que foi, aliás, um motivo pra querer voltar a blogar. Não canso de dizer que adoro tudo o que você escreve, que te admiro e te acho genial. Não canso! É uma delícia ler seu blog e não abro mão dele. Fico atenta esperando cada texto novo, só pra ver sobre o que você vai escrever e matar a curiosidade. Seu blog é um dos poucos que faço questão de manter no feed, no painel do blog e em todo canto :)

    PS: Falando em imagens que "são sua cara", sempre que olho pra essa - flickr.com/photos/cabezadebloque/4135013354 - lembro de você!

    ResponderExcluir
  21. Parabéns para o So Contagious. :)
    Eu amo esse blog! Acompanho desde o primeiro layout da Audrey. :D
    Devo dizer que teu blog me inspirou a escrever mais. Adoro o jeito que tu escreve e sinceramente espero poder acompanhar teu espaço por muitos e muitos anos!
    Beijo, Anna.

    ResponderExcluir
  22. Um blog de 4 anos merece respeito, e muito!
    Ainda mais o seu, que é incrível. Eu leio o So Contagious desde o primeiro layout da Audrey e desde então amo seus posts. A senhora vai longe como jornalista, dona Anninha. Eu sempre leio e alguns posts são tão bons que eu tenho que mandar pra todas as minhas amigas, como aquele Manifesto contra as adoráveis desastradas. hehehehe
    Parabéns! Beijo, Anninha!

    ResponderExcluir
  23. Fui pego de surpresa pelo post. Já é aniversário do 'sooo'??? Poxa, ainda me lembro nitidamente do aniversário passado...
    Bom, parabéns ao blog então e, claro, à escritora. Era há um ano, e ainda é, uma das páginas essenciais pra mim, um dos únicos blogs que eu não passo nem uma semana sem acessar. Ficou bem legal essa retrospectiva, dá pra ver como até seus "topos" sempre revelam um pouquinho de você. Mas bem "pouquinho" mesmo, claro que seria muita tolice te reduzir a alguém que gosta da Audrey, do Johnny Depp e do Seth Cohen - até porque nem mesmo os textos são capazes de dizer tudo sobre a Anna.
    Quando eu conheci, já estava no layout dos passaros+Audrey+sorvete. Mas porque eu li os posts antigos todos, me considero "da casa" também! :)
    Olha, eu acho de verdade que você tem todo o direito de se orgulhar muito do seu blog. Os 10~20 comentários que você consegue a cada post são bem raros em uma blogosfera com milhões de opções, e você consegue isso sem falar o tempo todo de moda e celebridades ou usando memes. Ao contrário, você diz o que quer, faz a gente rir ou chorar com você e acaba por conseguir manter um público fiel. Leitores não, amigos. E vocês ainda conseguiram ir além da caixa de comentários e criar essa verdadeira 'máfia'!
    Sinceramente, quem leva a sério um site com 180 comentários, sendo que a grande maioria são vazios de conteúdo?
    Bom, cabe a nós esperarmos muitos anos mais de sooo-contagious e fique sabendo que a senhorita não terá permissão pra abandonar o blog mesmo quando estiver na faculdade! hum.
    Aliás, te perdoamos por causa do casamento tensíssimo entre 'final do Ensino Médio' + 'final de ano' + 'vestibular', mas esteja certa de que nós (eu, ao menos, mas estou certo de que falo por mais gente) adoramos seu blog como está, mas sentimos falta também dos seus preciosos contos. Então, quando a inspiração resolver dar as caras, nos deixe saber!
    Enfim, aguardo o layout seguinte. Não que esse não esteja bom, é só curiosidade pra saber o que está se passando na sua cabeça. ;P

    Beijo

    PS: Link do fotolog DJÁ! o/
    PS 2: Ainda vou reclamar uma medalha pelos meus comentários sempre serem um dos maiores. hehsuehs
    PS 3: Meu Deus, eu achei que você fosse deixar esse post em primeiro por muito tempo, e você já postou outro! :P haha Tudo bem, eu comento em post atrasado mesmo...
    PS 4: Nada a ver com o post, mas gostei muito de 'Fahrenheit 451', o filme.

    ResponderExcluir
  24. Anna, eu venho aqui desde esse último layout da Amy e sempre te admirei muito. É bom saber que hoje posso chamar aquela blogueira legal de amiga.
    Beijo, mafiosa! E parabéns!!!!!!

    ResponderExcluir