sábado, 28 de abril de 2012

Duas ou três coisas que sei sobre fé

Nunca prometeram que as coisas iriam ser sempre boas. Que tudo ia dar certo. Que a nossa vida seria um mar de rosas. Nunca prometeram também que a gente teria todas as respostas. Que a gente sempre entenderia e não ficaria confuso. Quem acha que acreditar numa força maior tem a ver com as coisas que eu disse acima vai passar a vida acreditando numa mentira das grandes. 

A gente ouve muito, principalmente na igreja, que fé é mais ou menos quando você fecha os olhos e pula sabendo que alguém ali embaixo vai te pegar. Concordo com a metáfora, mas enxergo também que fé é quando as coisas param de fazer sentindo e a gente fica firme do mesmo jeito, pois tem fé (!) que não existe uma folha que cai da árvore sem motivo, sem que alguém lá em cima diga amém. Tem muitas coisas que eu não entendo, como o dia de ontem, mas acho também que é muita pretensão minha, e de qualquer outra pessoa, achar que um dia vai saber de tudo. E é por isso que eu dobro os meus joelhos, reconhecendo que eu não sei de nada, que provavelmente vou morrer sem saber de muitas coisas, mas pedindo pra que eu nunca pare de acreditar. 

Me pediram, no formulário abaixo, que eu elucidasse melhor uma coisa que escrevi há uns tempos citando o Pondé, sobre o que tinha entendido de seu dito: "É melhor ser infeliz sendo gente do que ser feliz sendo uma pedra burra". Ou algo do tipo. Pois bem. Por muito tempo eu pensei que ter uma atitude positiva, sempre, em relação à vida fosse uma afirmação de fé. Eu pensava que só estando sempre bem e sempre feliz eu poderia demonstrar que eu acredito em algo que me redime de todos os males do mundo. O problema é que nem sempre a gente está bem ou feliz com algo, e eu acabava pensando pouco em certas coisas porque bem, minhas primeiras concepções sobre o assunto não eram muito sólidas.

Que bom, meu Deus, que o tempo passa. De uns tempos pra cá, coloquei a mão na consciência, abaixei minha bola e vi que o caos estava escrito, assim como a dúvida, a incerteza e a injustiça do momento. Não tem como a gente escapar disso, nem eu, com minhas filosofias polianescas, nem ninguém. Porque é essa melancolia eterna que nos faz humanos, e essa mesma condição me comove e encanta de uma maneira tão louca que acho que é um dos nossos traços mais fantásticos. Foi aí que eu entendi que não tinha que ser forte sempre e ter certeza de todas as coisas e estar sempre bem, contanto que eu nunca parasse de acreditar que mesmo andando em círculos eu estava indo pra algum lugar. Que mesmo que não faça o menor sentindo, no fundo sempre faz. Qual é ele nem sempre poderei saber e compartilhar, mas eu sei que ele existe, assim como a pessoa que sempre segura quem pula de olhos fechados.

* Vim pensando em todas essas coisas hoje de manhã enquanto andava pelas ruas desertas da faculdade, tentando entender o que eu estava sentindo e pensando se conseguiria escrever a respeito. Foi aí que numa mensagem, sem saber, a Carol me ajudou a colocar tudo em palavras e eu queria agradecê-la por isso. Às vezes a gente precisa de um clique. <3

14 comentários:

  1. bonito texto Anna. lindo teu jeito de encarar as coisas e ir aprendendo, dia após dia. eu acho que se as coisas sempre dessem certo, todo mundo teria fé. é necessário arriscar-se. a fé é uma escolha. beijo.

    ResponderExcluir
  2. Adorei! Eu penso muito nisso, que muita gente acha que ter fé e sempre estar de bem com a vida, feliz e saltitante, mas a fé aparece mesmo nos momentos mais difíceis e confusos das nossas vidas. Não sei se tem muito a ver com texto, mas não entendo como um pessoa não acredito nem que seja em Deus, mas em algo maior que ela sabe? Não acredita nada. Uma vez eu li que nós humanos, precisamos de acreditar em algo maior que nós para existirmos, e acho que é uma verdade.
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Ai Annoca... que texto mais, denso, sei lá. Sabe, eu me sinto super assim, como se tivesse que ser sempre forte e eu sei que não é pra ser assim, que de vez em quando todos caem, todos choram, todos sofrem. Que no fundo todos somos apenas um bando de pele e osso, meros humanos que se acham sabedores do além, mas é difícil. As vezes sinto que é errado se sentir mal, que todos querem te ver sorrindo sempre e assim me forço a sorrir, sempre. É ridículo e tosco, mas acabo por fazer e quer saber? Esse texto foi muito engrandecedor para a minha pessoa. Disse muito do que eu deveria ter ouvido há tempos, mas não tive coragem para tal. Carol te deu um clique e você deu um em mim, obrigada.
    Um grande abraço, viu? Tudo vai passar, tenha fé!
    <3

    ResponderExcluir
  4. Maravilhoso, Anna. Fé pra mim é isso também. Não é ter uma vida perfeita, nem viver sempre feliz. É viver acreditando que tudo o que está acontecendo tem que acontecer, e aprender a viver!
    Amo você. Beijos!

    ResponderExcluir
  5. Uau, Anninha, que texto lindo! Eu sou meio descrente, meio que acredito só nos homens, mas às vezes me bate uma solidão muito grande em pensar só assim, e eu gosto de voltar a imaginar que existe algo superior, algo que já escreveu cada ponto e cada vírgula da minha vida. Pena que, nos momentos de desespero, essa história já escrita me dá um pouco de pavor.
    Vai ver é só jeito de adolescente, né? De dramatizar demais, pensar demais, repensar ainda mais. Sei lá. Tomara que, um dia, eu consiga voltar a ver as coisas da fé como você.

    Beijos <3

    ResponderExcluir
  6. Ai Anna, que coisa mais boa de se ler. Sei exatamente como é, durante um tempo eu também associava ter fé com ser feliz o tempo todo, a "otimista do mundo". A gente vai crescendo e percebe que não é bem assim...

    Beijoca.

    Ps: adoro quando você filosofa...

    ResponderExcluir
  7. Fé pra mim é uma coisa complexa. No fundo, acho que cada pessoa tem seu modo de enxergá-la, e nenhuma dessas maneiras está errada. São tantos mundos dentro de cada um, que fica impossível resumir a fé em um único significado. Eu, pessoalmente, concordo com você! Mas eu diria que meu ponto de vista constroi uma ponte ao invés de pular pro abismo. Não chega a ser muito diferente uma visão da outra. No fim das contas, dá no mesmo! Digamos que seja a mesma finalidade.

    Muitas e muitas vezes eu perdi a fé; com mais frequência do que gostaria até. Outras vezes a crença é tanta, que chego ao limite do corpo humano. De um jeito ou de outro, acho uma coisam bonita! Crer, ter esperança... Isso é bonito. Mantém a vela acesa. Eu adorei o seu texto :)

    ResponderExcluir
  8. Estava meio triste, pensando em coisas não tão felizes que vem acontecendo comigo.. Seu texto incrível salvou minha tarde! Fico pensando como alguém não consegue acreditar em algo maior, é uma existência muito vaga, não teria motivação alguma na minha vida sem a fé.
    um beijo Anna.

    ResponderExcluir
  9. Que postagem maravilhosa...
    Me fez pensar em muitas coisas que vêm acontecendo, e pensar de uma forma mais bonita, com um pouco mais de esperança.

    Que bom ler isso, tem poesia nas suas palavras...

    ResponderExcluir
  10. "Por muito tempo eu pensei que ter uma atitude positiva, sempre, em relação à vida fosse uma afirmação de fé. Eu pensava que só estando sempre bem e sempre feliz eu poderia demonstrar que eu acredito em algo que me redime de todos os males do mundo."

    Eu me enxergo muito nessa parte, por muito tempo eu pensei assim. E isso de ter que ser feliz e estar bem o tempo todo é tão difícil. Agora eu entendo que não há mal nenhum em chorar, desanimar, não tô perdendo a fé por causa disso. Acho que reconhecendo e assumindo as minhas fraquezas eu me tornei mais humana. E sendo mais humana eu aumentei a minha fé. Fé em Deus e na vida.

    Abraços!

    ResponderExcluir
  11. o andar em círculos também pode ser andar em espiral :)

    ResponderExcluir
  12. Anna,me sinto muito feliz por você ter realmente feito um post tão lindo a partir da minha sugestão.E ainda por cima um com o qual eu me identifiquei tanto!Beijos!

    ResponderExcluir
  13. Ainda estou tentando entender...

    ResponderExcluir
  14. Preciso confessar uma coisa: algumas vezes quando estou mal, venho ler esse texto pra ver se me ajuda.
    Obrigada por isso! =)

    ResponderExcluir